Conhecer o território para proteger e preservar a biodiversidade e a paisagem é o lema do projeto ambiental TEJOAlive, cuja terceira edição se realiza a 19 de maio, pelas 9h00, na Quinta da Boavista, em Vale de Figueira e percorre os rios Alviela e Tejo, até ao limite geográfico do Concelho, em Porto Pereiras (próximo da aldeia de Reguengo do Alviela), numa extensão aproximada de 12,5 km, de dificuldade média. As incrições decorrem até 5 de maio.

A organização pertence ao Município de Santarém e à União de Freguesias São Vicente do Paúl e Vale de Figueira, contando com o apoio dos parceiros e entidades que se associaram ao projeto.

O percurso ambiental do TEJOAlive termina cerca das 13h30, com um almoço convívio, na Casa de Convívio de S. Vicente do Paúl organizado pela União de Freguesias S. Vicente do Paúl e Vale de Figueira em parceria com a Comissão Social de Freguesias de S. Vicente do Paúl e Vale de Figueira (CSF SVP e VF).

Um comunicado enviado à Comunicação Social refere que o “TEJOAlive pretende alertar para a perda da biodiversidade e para destruição da paisagem, que ocorre num registo de desenvolvimento económico, que urge mudar, criando riqueza local sabendo aproveitar os serviços ecossistémicos”.

Este projeto conta com a participação dos investigadores que farão uma aproximação da Ciência aos participantes: João Gago, da Escola Superior Agrária de Santarém (ESAS), César Garcia, da Faculdade Ciências da Universidade de Lisboa e curador da coleção de briófitos do Herbário LISU do MUNHAC, Fernando Pereira, do Instituto de Conservação da Natureza e Florestas (ICNF), Rui Félix e Albano Soares, do Centro de Conservação das Borboletas de Portugal (Tagis).

A Equipa Multidisciplinar de Ação para a Sustentabilidade (EMAS) da Câmara Municipal enquadrará, no primeiro momento de partilha de conhecimentos, a importância do Tejo enquanto recurso natural, que Santarém prioriza. O Município conta como entidade parceira o Comando Territorial da GNR de Santarém, essencial para o reconhecimento e acompanhamento do percurso. Os Bombeiros Municipais de Santarém e a empresa municipal Viver Santarém colaboram nesta iniciativa, com prestação de apoio aos participantes do percurso ambiental, deste a sua primeira edição.

A Câmara assegura o transporte de Santarém para Vale de Figueira. O local de concentração é às 8h00 no Jardim da República, para receção dos participantes e distribuição pelos autocarros.

O transporte de regresso para Santarém é realizado em dois turnos: antes de almoço, para os participantes que não desejam participar no almoço convívio e após o almoço para os restantes participantes.

O Município na sua Casa do Ambiente, oferece uma t-shirt TEJOAlive a todos os participantes inscritos nesta iniciativa. A entrega será realizada dia 12 de maio (sábado) das 9h00 às 12h00 ou de 14 a 18 de maio (2ª a 6ª), das 14h00 às 16h30, pela EMAS na Casa do Ambiente, sita no Edifício Sala de Leitura Bernardo Santareno. Realçamos que não haverá entrega de t-shirts no próprio dia da iniciativa.

As Inscrições, apesar de gratuitas são obrigatórias e, devem ser realizadas através do site do Município de Santarém, com o preenchimento do seguinte formulário, disponível em https://goo.gl/forms/JVM3wm0qYFRrTa7B2 . Não haverá possibilidade de inscrições no próprio dia, devido a logística necessária para o transporte dos participantes.

Para mais informações contatar a Equipa Multidisciplinar de Ação para a Sustentabilidade  através do email: emas@cm-santarem.pt<mailto:emas@cm-santarem.pt> ou telefone 243 304 450

Gisela Oliveira

Jornalista profissional há mais de 30 anos, passou por vários jornais diários nacionais, nomeadamente pelo 'Diário de Lisboa', 'Diário de Notícias' e 'A Capital'. Apaixonada pela profissão desde a adolescência, abraçou o jornalismo nas suas diversas áreas, desde o Desporto às Artes e Espetáculos, passando pela Política e pelos temas Internacionais. O jornalismo de proximidade surge agora no seu percurso.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.