Foto de uma reunião do Shrines of Europe em 2017 Foto: D.R.

A cidade suíça de Einsiedeln integrou formalmente o projeto Shrines of Europe (cidades santuário europeias), juntando-se às cidades de Altötting (Alemanha), Czestochowa (Polónia), Lourdes (França), Loreto (Itália), Mariazell (Áustria) e Fátima, no concelho de Ourém.

Segundo nota de imprensa do município de Ourém, “esta adesão tinha sido aprovada pelos parceiros em reunião realizada em setembro de 2016 na cidade de Czestochowa. Agora, em cerimónia realizada no passado dia 18 de setembro, no Salão Nobre do Mosteiro desta cidade, foi assinada a declaração de adesão formal de Einsiedeln ao grupo de cidades-santuário”.

Einsideln é um município com cerca de 15 mil habitantes, pertencente ao cantão de Schwyz, onde o monge Eberhard iniciou a construção de um mosteiro e uma igreja dos quais se tornou o primeiro abade. Seguindo uma visão milagrosa de Eberhard, a nova igreja foi dedicada à Virgem Maria.

Com a fundação da abadia, inicia-se uma comunidade dedicada à agricultura e à criação de gado. Assente nesta abadia beneditina, Einsiedeln é um destino turístico muito popular na Suíça. Considerado o maior local de peregrinação nacional dedicado à Virgem Maria e um dos mais relevantes locais de peregrinação da Europa.

Recorde-se que o Shrines of Europe é um grupo de trabalho constituído por entidades civis que integra as cidades que possuem Santuários Marianos.

Cláudia Gameiro

Cláudia Gameiro, 32 anos, há nove a tentar entender o mundo com o olhar de jornalista. Navegando entre dois distritos, sempre com Fátima no horizonte, à descoberta de novos lugares. Não lhe peçam que fale, desenrasca-se melhor na escrita

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.