Luís Albuquerque, presidente da Câmara Municipal de Ourém. Foto arquivo: CMO

O executivo municipal de Ourém aprovou na reunião camarária de segunda-feira, 16 de abril, um total de 160 mil euros em apoios a associações, mais cerca de 30 mil euros disponíveis para apoios para investimentos na área da segurança. Estes apoios foram alvo de uma redefinição de critérios, segundo explicou no decorrer da reunião o presidente, Luís Albuquerque.

Segundo nota de imprensa, foram apresentadas 60 candidaturas de apoio ao Associativismo de 2018 – Programa A, duas das quais não reuniam requisitos, pelo que foram consideradas apenas 58 candidaturas válidas. Os 160 mil euros foram divididos entre 94.750 euros para as coletividades desportivas e de recreio e 65.250 euros para coletividades culturais. As transferências vão decorrer ao longo do mês de maio, exceto nos casos em que os valores são superiores a 10 mil euros, que serão atribuídos por duas vezes, em maio e setembro.

“Esta atribuição resulta da aplicação de novas orientações, decididas pelos vereadores executivos, com a finalidade de equilibrar algumas situações dispares existentes até então e que, desta forma, configura uma atribuição mais justa e igualitária dos valores monetários”, refere o mesmo texto, argumentação também realizada por Luís Albuquerque durante a reunião.

O executivo aprovou ainda um apoio pontual de 4 mil euros à Academia de Música Banda de Ourém, por forma a participar com a sua Orquestra Típica no Festival Internacional de Folclore – EUROPEADE, a decorrer de 25 a 29 de julho, em Viseu. A Câmara deliberou também atribuir um apoio financeiro até 12.500 euros à associação Espite Aventura, destinado à realização do Campeonato Nacional de Trial 4×4 – 2018.

Por fim, foi aprovado um apoio sob a forma de contrato-programa, entre o município de Ourém e o Centro Desportivo de Fátima, com vista à beneficiação de infraestruturas desportivas do clube. O valor é de 339.703,49 euros, a cumprir ao longo de quatro anos.

Cláudia Gameiro

Cláudia Gameiro, 32 anos, há nove a tentar entender o mundo com o olhar de jornalista. Navegando entre dois distritos, sempre com Fátima no horizonte, à descoberta de novos lugares. Não lhe peçam que fale, desenrasca-se melhor na escrita

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.