O piloto português Miguel Oliveira (KTM) venceu hoje o Grande Prémio de Portugal de MotoGP. Foto: ®DR/RBCP

O piloto português Miguel Oliveira (KTM) venceu hoje o Grande Prémio de Portugal de MotoGP, 14.ª e última prova do campeonato, em Portimão, fazendo, ainda, a melhor volta da corrida.

O piloto luso gastou 41.48,163 minutos para cumprir as 25 voltas à pista do Autódromo Internacional do Algarve, deixando o australiano Jack Miller (Ducati) na segunda posição, a 3,193 segundos, e o italiano Franco Morbidelli (Yamaha) em terceiro, a 3,298 segundos.

Esta foi a segunda vitória na temporada para o piloto de Almada, que somou o dobro dos triunfos do que o espanhol Joan Mir (Suzuki), que na prova anterior já se tinha sagrado campeão mundial de MotoGP.

Miguel Oliveira, que partia do primeiro lugar da grelha, dominou a corrida desde o arranque, partindo para uma série de voltas rápidas, sendo, durante quase toda a prova, o único a rodar no segundo 39.

O piloto português foi cavando uma distância confortável para toda a concorrência, que chegou quase aos 4,5 segundos na 20.ª das 25 voltas previstas, registando um novo recorde do circuito algarvio, rodando na nona volta em 1.39,855 segundos, a uma média de 165,5 km/h.

Com este resultado, Miguel Oliveira subiu ao nono lugar da classificação, com 125 pontos, a 46 do campeão, o espanhol Joan Mir (Suzuki), que hoje foi forçado a abandonar, com problemas na roda traseira da sua mota.

Franco Morbidelli acabou por assegurar o segundo lugar, a 13 pontos do campeão.

Entre os construtores, a Ducati acabou por assegurar o título enquanto Morbidelli foi o melhor dos pilotos independentes, numa classificação na qual Miguel Oliveira foi quarto classificado, a apenas dois pontos do terceiro, o francês Fabio Quartararo (Yamaha).

Agência Lusa

Agência de Notícias de Portugal

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.