A rota dos Frades (PR5) possui uma vista panorâmica sobre o polje de Minde Foto: mediotejo.net

O incêndio que deflagrou pelas 16h50 de 20 de agosto, domingo, em Barrenta, concelho de Porto de Mós, distrito de Leiria, no interior do Parque Natural da Serra de Aire e Candeeiros (PNSAC) entrou em resolução.

Ao fim da manhã desta segunda-feira, 21 de agosto, o fogo estava dado como controlado, mas temia-se que o vento pudesse mudar a situação, segundo informação prestada à Lusa. As chamas encontravam-se perto do limite geográfico com o concelho de Alcanena, já no Médio Tejo.

Devido ao incêndio, um grupo de jovens que se encontrava numa colónia de férias na Quinta da Escola, concelho de Porto de Mós, foi levado, por precaução, para o Centro de Ciência Viva do Alviela, no município de Alcanena.

Pelas 21h18 encontravam-se ainda no terreno 218 operacionais e 69 viaturas, segundo a página da Proteção Civil. O incêndio deflagrou numa zona de mato. Encontra-se agora “em resolução”.

c/LUSA

Cláudia Gameiro

Cláudia Gameiro, 32 anos, há nove a tentar entender o mundo com o olhar de jornalista. Navegando entre dois distritos, sempre com Fátima no horizonte, à descoberta de novos lugares. Não lhe peçam que fale, desenrasca-se melhor na escrita

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.