O Rio Maior venceu esta quinta-feira o Atalaiense por 3-4 e com esta vitória a equipa orientada por Tiago Lenho continua na luta pela promoção à 1ª Divisão Distrital, estando agora na quarta posição com 11 pontos. Os “panteras negras” continuam no último lugar e a esperança à subida é cada vez menor, quando restam 3 jornadas para o fim do play off.

Em dia de feriado, jogou-se no Parque Desportivo de Atalaia, no concelho de Vila Nova da Barquinha, a 7ª jornada de Apuramento de Campeão e a promoção à 1º Divisão Distrital de Santarém, com o Atalaiense a receber a equipa do Rio Maior. A formação da Atalaia tinha obrigação de vencer esta partida para se aproximar dos primeiros lugares e não deixar cair as suas aspirações. O Rio Maior também precisava dos três pontos para manter intactos os objetivos anunciados desde a primeira hora, para os três últimos jogos da época.

Com as bancadas praticamente vazias, foram os adeptos visitantes que fizeram a festa durante os 90 minutos. Samuel Dionísio foi o arbitro escolhido para este encontro e a bola começou a rolar.

Foto: Rio Maior SC – Facebook

O Atalaiense apresentou um estilo de jogo totalmente diferente do que tem sido ao longo da época, a jogar numa tática 3x4x3 ofensivo, com a subida dos laterais e com o recuo dos dois médios centrais para dar cobertura e tentar fechar os corredores.  Isto era sinal que queriam sair do jogo com uma vitória e João Paulo quis apostar em tudo. O Rio Maior entrou a jogar com o seu tradicional 4x3x3.

Até foi a equipa da casa a entrar bem no jogo, a jogar mais no meio-campo adversário e a causar alguns calafrios à baliza defendida por Saná. O primeiro remate perigoso do jogo veio dos pés de Miranda, a jogar numa posição que não é habitual [médio defensivo] coloca a bola no poste esquerdo da baliza depois de alguma confusão na pequena área.

Depois do” pequeno grande susto”, o Rio Maior acordou e conseguiu equilibrar o jogo com boas disputas de bola.  Nas bancadas gritou-se golo pela primeira vez numa jogada conduzida pelo lado esquerdo ofensivo do Rio Maior, e onde o extremo esquerdo cruza para a grande área onde apanha Alexandre Ferreira. O avançado ganhou nas alturas aos centrais do Atalaiense e colocou a equipa de Rio Maior pela primeira vez na frente do marcador.

Foto: Rio Maior SC – Facebook

Mesmo em desvantagem os homens de João Paulo não baixaram os braços e Diogo Cartaxo ainda viu um dos seus remates sair com perigo, mas por cima do travessão. A nível ofensivo as coisas tornaram-se complicadas para o Atalaiense, com a defesa do Rio Maior a ser consistente e muito forte nas marcações homem-a-homem.

Alexandre Ferreira esteve perto do segundo golo na sua conta pessoal. Num livre bem estudado, o avançado do Rio Maior consegue-se desmarcar-se e na entrada da grande área remata com o seu pé esquerdo mas a bola é transviada por Miranda, saíndo pela linha de fundo.

Ao minuto 31, David, avançado do Atalaiense, empata a partida, depois de um passe a rasgar a defesa do Rio Maior, o camisola 9, com frieza, só teve de encostar para o fundo das redes.

Mas a festa dos “panteras negras” demorou pouco tempo. Logo na jogada seguinte o Rio Maior coloca-se outra vez em vantagem.

O extremo esquerdo coloca a bola rasteira para a grande área e o avançado, com um toque subtil, consegue bater o guardião Rafa. Um golo que gerou muitos protestos por parte dos jogadores do Atalaia, a afirmar que o avançado fez falta sobre o guarda-redes.

Foto: mediotejo.net

Num lance dividido entre Rafa e André Sousa, ambos ficam lesionados e tiveram de ser substituídos. Filipe Graça rendeu Rafa, para o Atalaiense, enquanto André Sousa saiu para dar o lugar a Luís Henriques.

A equipa da casa estava com dificuldades em chegar ao empate e, numa situação de bola parada, a defesa do Atalaiense é novamente ultrapassada por Alexandre Ferreira que, isolado, consegue aumentar o marcador colocando o Rio Maior com dois golos de vantagem para a segunda parte.

Perto do final do primeiro tempo, Saná ainda defendeu um cabeceamento de João Lopes, vindo de um pontapé de canto.

Foto: mediotejo.net

Artur devolveu esperança mas Rio Maior levou a melhor

Para mudar os rumo do jogo e para refrescar o eixo ofensivo do Atalaiense, João Paulo coloca Artur e Tiago para substituir David e Pedro Silva. Tal como na primeira parte, o Atalaiense entrou melhor, com mais posse de bola, a tentar fazer transições rápidas, mas a faltar o “último passe”.

O Rio Maior não deixou de continuar à procura do golo e Luís Henriques, que entrou ainda na primeira parte, falha aquilo que parecia fácil. Praticamente isolado, já dentro da grande área, o remate sai junto ao poste esquerdo da baliza do Atalaiense.

Alcarraio podia reduzir a desvantagem para os homens da casa., Com um belo cruzamento pela direita, o lateral esquerdo tenta um remate de primeira, mas o esférico passa muito desenquadrado da baliza.

Foto: mediotejo.net

Samuel Dionísio mostrou amarelo a Miranda, por este fazer falta junto à entrada da grande área da equipa da casa, em lance que poderia colocar o avançado do Rio Maior isolado para a baliza.

Mas após a cobrança da falta o quarto golo lá chegou. Num remate forte de livre direto, Filipe Graça realiza uma enorme defesa, mas o esférico sobra para os pés de Luís Henriques que teve só de encostar para o 1-4. Resultado feito, pensou-se.

Foto: mediotejo.net

Com um resultado bastante confortável para o Rio Maior, Tiago Lenho colocou David Fonseca e Hugo Josué para os lugares de Luís Barbosa e João Alves.

A equipa visitante não estava à espera da surpresa que o Atalaiense iria fazer no restante quarto de hora de jogo. Artur, que entrou na segunda parte, foi quem tirou “dois coelhos da cartola” e colocou o resultado ainda em discussão.

Artur, decidido, foi por ali fora, ganhou na corrida ao defesa central e, na cara do guarda-redes, conseguiu desviar para o golo, reduzindo para 2-4.

E logo de seguida, Saná rubricou um grande falhanço, que deu o 3º golo para os homens da Atalaia. Artur, do meio da rua, a 35 metros da baliza, largou um “bomba” com o pé direito e o guardião do Rio Maior atrapalha-se e coloca o esférico dentro da baliza. Resultado em 3-4.

Com estes golos a equipa do Atalaiense voltou a sonhar, mas voltou a ser o Rio Maior a ter nos pés dois golos de bandeja, mesmo ao cair do pano mas Filipe Graça levou sempre a melhor.

Samuel Dionísio, apitou para o final da partida, com a festa da vitória do Rio Maior e com as caras desanimdas dos homens do Atalaiense, que muito se esforçaram por conseguir outro resultado.

Com esta vitória do Rio Maior ocupa o quarto lugar com 11 pontos, com os mesmos do Marinhais, que está no terceiro lugar. Marinhais que acabou nesta 7ª jornada com a série de vitórias da União de Santarém, ao vencer por 3-0.

Com as derrotas nesta 7ª jornada, [TSU perdeu com Glória por 1-3], Tramagal e Atalaiense estão praticamente fora da corrida pela promoção à 1ª Divisão Distrital de Santarém, embora matemáticamente ainda com possibilidades.

Foto: Rio Maior SC- Facebook

Na próxima jornada, o Atalaiense joga em casa frente ao Marinhais, enquanto o Rio Maior recebe o Tramagal. O Glória recebe o União de Santarém.

Onze iniciais:

UD Atalaiense: Rafa (Filipe Graça), João Lopes (Matias), Miranda, Alcarraio, Alfaro, Pedro Silva(Tiago), Diogo Cartaxo (Ivo), Cadete, Zé, Rodrigo, David (Artur)

Suplentes não utilizados: Tiago Pimentel, Dani

Treinador: João Paulo

Rio Maior SC: Saná, Tomás, João Alves (Hugo Josué), André Sousa (Luís Henriques), Gonçalo Martins (Gui Menezes), Luís Barbosa (David Fonseca), Jorge Gonçalves, Dani Rafael, Iury Lima, Alexandre Ferreira, Carlos Dimas

Suplentes não utilizados: João Pedro, Joaquim Ezequiel, Henrique Graça

Treinador: Tiago Pedro

Equipa de arbitragem: Samuel Dionísio, João Bento, Bernardo Fonseca

Entrevistas Rápidas

Treinador João Paulo – Atalaiense

Treinador Tiago Lenho – Rio Maior

Tiago Soares

É no futebol que Tiago Soares exprime todas as suas emoções e paixão pelo desporto-rei, vertente cujos estudos teóricos aprofunda na ESTA. Aos 24 anos, assume a ambição de abraçar uma carreira profissional no jornalismo desportivo, transcrevendo no mediotejo.net as histórias e alegrias que o desporto abraça.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.