reunião de câmara de 26 de março de 2020 Foto: mediotejo.net

O executivo municipal de Ferreira do Zêzere aprovou em reunião camarária a prestação de contas de 2019. A oposição PS absteve-se na votação. O tópico não despertou particular discussão. O vereador Orlando Patrício (PS) apontou que faltava alguma informação sobre o Plano Diretor Municipal (PDM) no documento, referindo que “apesar de algum investimento em 2019, muito há ainda a fazer pelo concelho”.

Em resposta, o presidente Jacinto Lopes (PSD) explicou que o PDM está fora do contexto de uma prestação de contas, sendo que o texto apenas traduz o somatório das deliberações tomadas durante o ano.

O mediotejo.net consultou o documento, onde consta uma dívida a terceiros, a 31 de dezembro de 2019, juntando o longo, médio e curto prazo, de 3.343.789,82 euros.

O passivo do município está estimado em 7.721.875,01 euros, mas este valor inclui 3.867.776,07 euros referente à rúbrica proveitos diferidos não implicando qualquer obrigação financeira por parte do município para a sua liquidação, e 510.309,12 euros são acréscimos de custos, pelo que o valor do passivo exigível ao município é de 3.854.098,94 euros, dos quais, 3.013.314,95 euros são Dívidas de MLP.

O Resultado Líquido do Exercício de 2019 (Proveitos Totais – Custos do Exercício = Resultado Líquido) apresenta um saldo negativo de 1.861.940,41 euros, devido sobretudo a amortizações no valor de 4.151.477,19 euros.

A reunião decorreu em videoconferência, tendo o mediotejo.net participado como observador.

Cláudia Gameiro

Cláudia Gameiro, 32 anos, há nove a tentar entender o mundo com o olhar de jornalista. Navegando entre dois distritos, sempre com Fátima no horizonte, à descoberta de novos lugares. Não lhe peçam que fale, desenrasca-se melhor na escrita

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.