Fotografia: Arlindo Homem

O confinamento dos cidadãos como medida de proteção para a covid-19 deixou vazias as ruas da maioria das aldeias, vilas e cidades do nosso país. O fotógrafo Arlindo Homem, esteve no Entroncamento onde sentiu o pulsar da cidade ferroviária neste tempo de paragem de emergência e retratou espaços e gentes neste momento de crise que estamos a atravessar.

As fotografias de Arlindo Homem, natural de Limeiras, Vila Nova da Barquinha, já correram mundo e convidam a uma reflexão numa filosofia de vida marcada por pela visão humana e humilde do que o rodeia, a beleza dos momentos, a pureza da partilha e uma aprendizagem constante.

Fotogaleria de: Arlindo Homem

 

Mário Rui Fonseca

A experiência de trabalho nas rádios locais despertaram-no para a importância do exercício de um jornalismo de proximidade, qual espírito irrequieto que se apazigua ao dar voz às histórias das gentes, a dar conta dos seus receios e derrotas, mas também das suas alegrias e vitórias. A vida tem outro sentido a ver e a perguntar, a querer saber, ouvir e informar, levando o microfone até ao último habitante da aldeia que resiste.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.