CERE - Centro de Ensino e Recuperação do Entroncamento. Foto arquivo: CERE

A Câmara do Entroncamento aprovou por unanimidade, na reunião do dia 18, realizada por videoconferência, uma proposta de atribuição de um subsídio extraordinário ao CERE – Centro de Ensino e Recuperação do Entroncamento, à semelhança do que já tinha sido feito com a Santa Casa da Misericórdia e o Lar dos Ferroviários. Para fazer face a despesas acrescidas durante a pandemia, a câmara atribui a estas IPSS um subsídio mensal de 375 euros.

O CERE apresenta-se como uma instituição que “tem por finalidade maior promover a adaptação da criança, jovem ou adulto, com deficiência à sociedade, bem como capacitar as famílias”.

José Gaio

Ganhou o “bichinho” do jornalismo quando, no início dos anos 80, começou a trabalhar como compositor numa tipografia em Tomar. Caractere a caractere, manualmente ou na velha Linotype, alinhavava palavras que davam corpo a jornais e livros. Desde então e em vários projetos esteve sempre ligado ao jornalismo, paixão que lhe corre nas veias.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.