Mais de 400 lojas Continente e Meu Super de todo o país vão promover a recolha de alimentos entre os dias 27 e 29 de outubro, uma ação promovida pela Cruz Vermelha Portuguesa em parceria com a Missão Continente.

A iniciativa pretende recolher bens essenciais como enlatados diversos, leite, cereais, papas para bebé, entre outros, que serão entregues a famílias carenciadas, identificadas pela Cruz Vermelha Portuguesa através das suas Estruturas Locais, de acordo com as necessidades mais urgentes.

A recolha de alimentos será apoiada por milhares de voluntários, que estarão nas lojas Continente a aconselhar os portugueses sobre os produtos que devem doar e a receber os contributos de todos os que quiserem participar.

Em 2016, as recolhas de alimentos promovidas pela Cruz Vermelha Portuguesa em parceria com a Missão Continente tiveram o contributo de cerca de 6.000 voluntários, que recolheram alimentos equivalentes a 385 mil refeições.

Luís Barbosa, Presidente da Cruz Vermelha Portuguesa afirma que “mais uma vez promovemos a recolha de alimentos, muito importantes para fazer chegar bens de primeira necessidade às famílias carenciadas, que estão identificadas pelas nossas delegações locais. Este tipo de ações só vale a pena porque sabemos que o contributo dos portugueses e a participação da Missão Continente garantem o êxito da iniciativa. Por isso, esperamos que esta ação seja mais um sucesso.”

José Fortunato, da Missão Continente, acrescenta que “mais uma vez a Missão Continente assume o compromisso de ajudar a minimizar as dificuldades das famílias portuguesas e associa-se a esta causa. Esperamos conseguir envolver as comunidades nesta luta contra a fome e, no final do dia 29, ter números muito significativos, que reflitam um grande apoio a todos os que estejam a precisar.”

A Cruz Vermelha solicita, preferencialmente, enlatados de atum, sardinha, salsicha, papas lácteas e comida para bebé, grão, feijão, leite, leite em pó, cereais, arroz, massas, azeite, óleo, sal, bolachas, café solúvel, chá, barras energéticas.

Gisela Oliveira

Jornalista profissional há mais de 30 anos, passou por vários jornais diários nacionais, nomeadamente pelo 'Diário de Lisboa', 'Diário de Notícias' e 'A Capital'. Apaixonada pela profissão desde a adolescência, abraçou o jornalismo nas suas diversas áreas, desde o Desporto às Artes e Espetáculos, passando pela Política e pelos temas Internacionais. O jornalismo de proximidade surge agora no seu percurso.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.