O deputado Hugo Costa participou num debate, na quarta-feira, dia 7 de março, sobre a Ponte da Chamusca, realizado na comissão parlamentar de Economia, Inovação e Obras Públicas, e no qual foi abordado o projeto do PS e dos restantes partidos sobre esta matéria. Presentes neste debate estiveram também o presidente da Câmara Municipal da Chamusca, Paulo Queimado e da vice presidente da autarquia, Cláudia Moreira.

O projeto subscrito pelo deputado tomarense, entre os outros deputados do PS eleitos pelo distrito de Santarém, “recomenda ao Governo a adoção de medidas urgentes na travessia do Rio Tejo entre a Chamusca e a Golegã, uma travessia viária do Rio Tejo que consideram crucial para o desenvolvimento e sustentabilidade do distrito de Santarém”, refere o documento.

A “Ponte da Chamusca” foi inaugurada no ano de 1909, e nessa data traduziu um enorme avanço para a mobilidade das populações de ambos os concelhos, assim como da mobilidade regional.

“Não obstante, atualmente, esta ponte tem dificuldades diárias de circulação, que se agravaram depois das obras concluídas em 2013 (diminuição da dimensão da faixa de rodagem, por motivos de segurança)”, refere o projeto, sendo que “esta situação leva a que os Municípios da Chamusca e da Golegã reivindiquem uma solução viável para ultrapassar os referidos constrangimentos que causam transtornos tanto a nível económico como de qualidade de vida e de proteção civil para as populações”, defendem os deputados.

A questão “merece preocupação tanto mais que é no concelho da Chamusca que se situa o ‘Eco Parque do Relvão’, um complexo ambiental e de tratamento de resíduos, que é o mais relevante a nível nacional. Deve, por isso, proceder-se à ponderação de uma nova solução de longo prazo para os constrangimentos sentidos naquela via, mas é importante desde já encontrar soluções no curto-prazo”, consideram.

Gisela Oliveira

Jornalista profissional há mais de 30 anos, passou por vários jornais diários nacionais, nomeadamente pelo 'Diário de Lisboa', 'Diário de Notícias' e 'A Capital'. Apaixonada pela profissão desde a adolescência, abraçou o jornalismo nas suas diversas áreas, desde o Desporto às Artes e Espetáculos, passando pela Política e pelos temas Internacionais. O jornalismo de proximidade surge agora no seu percurso.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *