Sorteio de Natal premiou 10 consumidores do comércio local em Abrantes com 2.000€ em vales de compras. Foto: CMA

O sorteio do concurso “Para um natal especial, compre no comércio local”, teve lugar esta sexta-feira, 6 de janeiro, numa sessão realizada no Mercado Municipal de Abrantes, tendo sido premiados 10 consumidores com um total de 2 mil euros em vales de compras.

O sorteio e concurso de Natal, que teve como objetivo promover e dinamizar o comércio e serviços do centro histórico da cidade de Abrantes, pode vir a ser alargado a todas as lojas e serviços do concelho, intenção manifestada pelo presidente do município.

Organizado pela ACE – Associação Comercial e Empresarial de Abrantes, Constância, Sardoal, Mação e Vila de Rei, com o apoio do Município de Abrantes, a iniciativa decorreu entre os dias 6 de dezembro e 4 de janeiro, e contou com a adesão de 47 estabelecimentos do centro histórico.

Por compras no valor igual ou superior a 10€, nas lojas aderentes, era atribuído ao cliente um cupão que o habilitava ao sorteio de Natal, no máximo de seis cupões por compra.

Foram entregues 28.000 cupões que correspondem a compras de mais de 280 mil euros nas lojas que aderiram a esta iniciativa, no período da campanha, segundo os números divulgados pela autarquia.

Para o presidente da Câmara Municipal de Abrantes, Manuel Jorge Valamatos, citado em nota de imprensa, “estes 28 mil cupões que estão na tômbola representam a atividade económica que decorreu no centro histórico durante a época natalícia”, tendo anunciado, na ocasião, a intenção da autarquia de “no futuro, levar este sorteio a todo o concelho”.

“Este sorteio é apenas um exemplo das medidas que pretendemos ter em parceria com a Associação Comercial para a dinâmica da atividade económica do concelho”, afirmou o autarca.

Rui Serras, presidente da direção da ACE, por sua vez, agradeceu ao município a colaboração neste sorteio, “a todos os comerciantes que aderiram e aos consumidores que fizeram com que este concurso resultasse”.

“Temos o desafio para este ano que é estender o concurso a todo o concelho e cá estaremos para o colocar no terreno e fazer com que resulte, contando com o apoio do município”, afirmou.

O valor dos prémios que foram atribuídos, num total de 2.000€, serão utilizados no comércio local.

Vencedores do Sorteio de Natal:

Prémio                             Nome                                                             Estabelecimentos comerciais

1º – 500€                  Lilia Lourenço                                                             Rittual de Helena Santos

2º – 450€                  Anabela Diogo                                                                           Mango

3º – 350€                  Ana Paula Cardoso                                            Rosa dos Ventos Templários lda.

4º – 250€                      Ana Vicente                                                                            Upstyle

5º – 150€                      Maria Cardoso                                                               Philyra essências

6º – 125€                      Pedro Valadas                                                                   Manuela Coelho

7º – 75€                                        Elsa Sirgado                                                           Rittual de Helena Santos

8º – 50€                        Nádia Pedro                                                                       Drogaria Nova

9º – 25€                          Sara Vicente                                                Be a Kid Fernandes&Gaspar lda

10º – 25€                           Júlio Dias                                                                                 Mango

Mário Rui Fonseca

A experiência de trabalho nas rádios locais despertaram-no para a importância do exercício de um jornalismo de proximidade, qual espírito irrequieto que se apazigua ao dar voz às histórias das gentes, a dar conta dos seus receios e derrotas, mas também das suas alegrias e vitórias. A vida tem outro sentido a ver e a perguntar, a querer saber, ouvir e informar, levando o microfone até ao último habitante da aldeia que resiste.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *