Foto: mediotejo.net

Depois de dois anos de interregno devido à pandemia, com a autarquia de Tomar a optar por cancelar as últimas duas edições da anual Feira de Santa Iria, o executivo confirmou intenção de realizar o certame este ano 2022, voltando aos moldes tradicionais. Nos últimos dois anos, sem feira, a efeméride ficou marcada por uma mostra de frutos secos e encontro de tasquinhas.

Esta é o certame maior de Tomar, e que tem sido realizado nos últimos anos na envolvente do Mercado Municipal, após a deslocalização do antigo terreiro da Várzea Grande.

A autarquia confirmou em reunião de Câmara, no dia 10 de janeiro, que há intenção de voltar a realizar o certame.

Tal surgiu após questão colocada pelo vereador do PSD, Tiago Carrão, que desde a primeira reunião de Câmara aquando a tomada de posse para o novo mandato traz o tema a discussão.

O vereador comentou o facto de Tomar ter optado pela não realização desta feira, ao contrário do que outros concelhos vizinhos fizeram. “Na altura a resposta foi que foi por precaução tendo em conta as circunstâncias. Eu ainda acho que foi mais por falta de preparação do que propriamente por precaução”, criticou.

Tiago Carrão, pegando nas palavras do vice-presidente da CM Tomar, notou que “a situação [pandémica] vai melhorando” e tendo em conta que para a realização daquela iniciativa é necessário nesta altura do ano começar a tomar decisões para iniciar preparação de procedimentos, pediu ponto de situação.

“Podemos contar com a Feira de Santa Iria em 2022? Em que moldes está a ser preparada e qual será o espaço onde será realizada?”, perguntou.

Foto: mediotejo.net

Filipa Fernandes (PS) confirmou que “é intenção deste executivo realizar a Feira em 2022” e que já estão agendadas reuniões com o Gabinete de Economia Local da Câmara de Tomar para começar a preparar o procedimento para a Feira de Santa Iria, “decidir espaços, ações que vão decorrer, se se mantém o modelo igual ou se se integram atrações diferentes. Tudo isto estará ainda em processo de análise na primeira reunião, ainda não posso dizer grande coisa”.

A vereadora da autarquia assumiu neste mandato o pelouro das Feiras e Mercados, que antes estava atribuído a Hélder Henriques (PS), e disse ser para si “uma novidade” este processo relativamente à organização do evento de que agora é responsável.

Criada por Carta Real de Filipe III de Portugal, a 3 de outubro de 1626, a Feira de Santa Iria acontece anualmente em outubro, em homenagem à padroeira de Tomar, tendo como ponto alto a procissão em honra de Santa Iria, também conhecida por Iria de Tomar. Numa tradição em que são expostas diversas bancas de produtos locais, exposições automóveis, tratores agrícolas, sem esquecer a gastronomia e os sabores da região presentes nas tasquinhas e as diversões existentes ao longo da zona que circunda o Mercado Municipal, a Feira de Santa Iria integra também a Feira das Passas.

Foto: mediotejo.net

Joana Rita Santos

Formada em Jornalismo, faz da vida uma compilação de pequenos prazeres, onde não falta a escrita, a leitura, a fotografia, a música. Viciada no verbo Ir, nada supera o gozo de partir à descoberta das terras, das gentes, dos trilhos e da natureza... também por isto continua a crer no jornalismo de proximidade. Já esteve mais longe de forrar as paredes de casa com estantes de livros. Não troca a paz da consciência tranquila e a gargalhada dos seus por nada deste mundo.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.