Sede da Filarmónica União Sertaginense. Foto: DR

Está convocada para dia 30 de janeiro a segunda assembleia geral da Filarmónica União Sertaginense (FUS) com o intuito de eleger novos órgão sociais. Isto porque, na primeira reunião de sócios, realizada a 28 de dezembro, não se apresentou qualquer lista a sufrágio.

O atual presidente da coletividade, Victor Cavalheiro, já veio publicamente apelar à sensibilidade dos sócios e dos pais dos executantes da Filarmónica, para que se encontre uma solução, caso contrário, a partir de 30 de janeiro, a coletividade pode cair num vazio diretivo.

A atual direção comprometeu-se a assegurar até essa data, a gestão corrente da associação, numa decisão que afirma ser irreversível.

A assembleia geral está marcada para as 19 horas do dia 30, tendo como assuntos na ordem de trabalhos o Relatório e Contas do ano de 2020, bem como parecer do Conselho Fiscal, o Regulamento Interno (revisto) e a eleição dos Corpos Sociais para o biénio 2021-2022.

José Gaio

Ganhou o “bichinho” do jornalismo quando, no início dos anos 80, começou a trabalhar como compositor numa tipografia em Tomar. Caractere a caractere, manualmente ou na velha Linotype, alinhavava palavras que davam corpo a jornais e livros. Desde então e em vários projetos esteve sempre ligado ao jornalismo, paixão que lhe corre nas veias.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.